Vale: parada traz perda diária de 60 mil t de minério

A Vale informou, na sexta-feira à noite, que a parada do terminal marítimo de Itaguaí, no Porto de Sepetiba, representa uma perda média de aproximadamente 60 mil toneladas de minério de ferro por dia para companhia. Tendo em vista o acidente com um navio no terminal marítimo na sexta-feira passada, a mineradora foi obrigada a suspender embarques de minério de ferro nesse terminal. Os produtos teriam como destino a China, atualmente o principal consumidor de minério da empresa brasileira. Itaguaí tem capacidade de embarque de 25 milhões de toneladas anuais de minério de ferro e é o menor dos terminais marítimos para embarque de minério de ferro da Vale, que conta também com os terminais de Ponta da Madeira, no Maranhão, e Ilha de Guaíba, no Rio de Janeiro, e o porto de Tubarão, no Espírito Santo. A expectativa é que Itaguaí retome a plena capacidade em aproximadamente 40 dias após a conclusão das obras para recuperação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.