Vale planeja investir US$ 15 bi em projetos de potássio até 2020

Expectativa é que a empresa passe do 14º lugar para o 5º no ranking global de produtores de potássio

Regina Cardeal, da Agência Estado,

27 de setembro de 2011 | 17h58

BELO HORIZONTE - A Vale SA planeja investir US$ 15 bilhões até 2020 para diversificar seus ativos de produção e se tornar uma das maiores produtoras de potássio e rocha de fosfato do mundo, disse Marcelo Fenelon, diretor de operações da Vale Fertilizantes durante o Congresso Brasileiro de Mineração que está sendo realizado em Belo Horizonte.

O investimento permitirá que a Vale suba para o quinto lugar no ranking global de produtores de potássio global, de sua atual 14ª posição, enquanto passará para o segundo posto mundial na área de rocha de fosfato, afirmou Fenelon.

"Do ponto de vista do financiamento, os projetos estão confirmados", disse Fenelon. No entanto, há outros elementos, como permissão ambiental, que tornam difícil prever a data de início de alguns projetos, acrescentou o executivo. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
valeinvestimentoprojetos de potássio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.