Vale volta a negociar preço de minério com a China

Após anunciar, na quarta-feira, um acordo sobre os preços do minério de ferro com siderúrgicas japonesas e coreanas, com queda de 28% a 44%, a Vale informou ontem que também espera fechar um acordo com a China, o seu maior mercado. Em nota, a companhia afirmou que voltou à mesa de negociações. Neste ano, ao contrário do que ocorre tradicionalmente, a Vale havia dito que ficaria de fora das conversas para definição do preço do minério de ferro. Seu objetivo era anunciar o novo preço depois que suas concorrentes australianas firmassem o acordo, para tentar obter uma queda menor nos preços.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.