Valente: 'Telefônica nunca escondeu interesse' pela Vivo

O presidente da Telefônica, Antônio Valente, disse hoje que a concessionária segue interessada no controle da maior operadora móvel do Brasil, a Vivo. "Temos uma parceria muito bem-sucedida com a PT (Portugal Telecom), mas o Grupo Telefônica nunca escondeu o desejo de ter uma operação (de telefonia móvel) no Brasil", afirmou o executivo.A jornalistas, ele não quis revelar se as negociações entre Telefônica e Portugal Telecom - que dividem igualmente o capital da Vivo - estão em andamento. Ele disse não ter qualquer informação sobre eventuais tratativas, justificando não estar à frente de negociações. O executivo também não quis informar o prazo com o qual a Telefônica estaria trabalhando para fechar a transação.Hoje, o presidente da PT, Henrique Granadeiro, falou à imprensa portuguesa que também é comprador. "O Brasil nos dá escala e a África, rápido crescimento", justificou o executivo da PT. Granadeiro observou que "os países de língua portuguesa ou entram num quadro de globalização" com a PT, ou serão absorvidos por outros operadores.Questionado se não seria do interesse da Telefônica se desfazer de sua participação na Vivo para centrar sua estratégia na TIM Brasil, Valente comentou: "A TIM Brasil está totalmente fora do nosso foco. Nosso foco é a Telecom Itália", destacou, repetindo que as operações da Vivo e da TIM são completamente independentes.A jornalista viajou a Florianópolis (SC) a convite da organização da Futurecom.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.