Ministério da Cidadania/ Reprodução
Ministério da Cidadania/ Reprodução

Entenda por que o benefício extraordinário não aparece no valor do Auxilio Brasil de fevereiro

Ministério da Cidadania explicou que folhas de pagamento do complemento de R$ 400 de fevereiro ainda estão em processamento

Felipe Siqueira, O Estado de S.Paulo

10 de fevereiro de 2022 | 11h00
Atualizado 10 de fevereiro de 2022 | 14h11

Beneficiários do Auxílio Brasil, programa do governo federal que substituiu o Bolsa Família, vêm reclamando nas redes sociais nos últimos dias que o valor previsto para ser depositado no mês de fevereiro está menor que o esperado - deveria ser de R$ 400. "Queremos saber o motivo de não estar aparecendo o benefício extraordinário para a contemplação dos R$ 400. O que está acontecendo?", disse uma das usuárias no Twitter. 

A "confusão" se dá pelo fato do valor do Auxílio Brasil não ser exatamente R$ 400. Em novembro do ano passado, por exemplo, a quantia média paga foi de R$ 224,41. Porém, em dezembro de 2021, uma Medida Provisória foi publicada para que, naquele mês, fosse criado um benefício extraordinário em que todos os cidadãos que têm direito ao Auxílio Brasil recebessem, no mínimo, R$ 400. No dia 30 do mesmo mês, o presidente Jair Bolsonaro decretou que este benefício extraordinário seria estendido até dezembro de 2022.  

Por conta disso, o valor esperado pelas pessoas para este ano é o de R$ 400 por mês, até dezembro de 2022. Mas, como no aplicativo do Programa está aparecendo, de acordo com relato de usuários, valor menor, sem o benefício extraordinário, dúvidas sobre o quanto cada um vai receber começaram a aparecer. 

O Estadão consultou o Ministério da Cidadania, que, por meio de nota, informou que a folha de pagamento para o mês de fevereiro ainda está em processamento. Os depósitos começam a ser feitos a partir de segunda-feira, 14 (mais informações aqui).

"Os valores referentes ao benefício extraordinário ainda não estão integralmente disponíveis nos canais de consulta. O aplicativo e a Central de Relacionamento só terão o valor atualizado na data do início do pagamento, a partir da próxima segunda", diz o texto, indicando que o valor complementar começa a sair a partir da próxima semana. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.