Valor de fusões e aquisições globais em TI cai 12%, diz E&Y

Queda na movimentãção financeira foi verificada no primeiro trimestre de 2012 em relação ao mesmo período de 2011; mas indústria da tecnologia continua melhor se comparada a outras

Agência Estado,

28 de maio de 2012 | 12h45

SÃO PAULO - O valor movimentado por fusões e aquisições no setor de tecnologia, em âmbito global, recuou 12% no primeiro trimestre em relação ao mesmo período do ano passado, atingindo a cifra de US$ 25,1 bilhões. Segundo estudo elaborado pela Ernst & Young, foram 756 negócios entre janeiro e março, considerando valores divulgados e não divulgados, o que representou uma alta de 1% frente às 748 operações do mesmo intervalo de 2011.

Na avaliação da Ernst & Young Terco, mesmo com o recuo na movimentação financeira das fusões e aquisições, o setor de tecnologia apresenta um melhor desempenho quando comparado a outras indústrias. O volume de transações do primeiro trimestre deste ano atingiu uma estabilidade após o forte crescimento registrado em 2009 e 2010. Nos últimos cinco trimestres, o número de negócios variou entre um patamar mínimo de 722 ao máximo de 756 acordos.

"A perspectiva de longo prazo para fusões e aquisições em tecnologia permanece positiva já que essas megatendências representam a força-motriz da inovação que tem revitalizado e remodelado a indústria tecnológica", afirmou, em comunicado à imprensa, o líder de fusões e aquisições da Ernst & Young Terco, Ricardo Reis.

Tudo o que sabemos sobre:
Ernst & Youngfusões e aquisiçõesTI

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.