Valor de mercado de companhias brasileiras sobe 129% no ano

O destaque em 2009 ficou com o setor de construção, que acumula uma valorização de 367,9% no período

Mônica Ciarelli, da Agência Estado,

29 de dezembro de 2009 | 13h37

O valor de mercado das empresas brasileiras de capital aberto cresceu 129,6% entre 2008 e 2009, passando de US$ 533,6 bilhões para US$ 1,224 trilhão, segundo um levantamento divulgado nesta terça-feira pela Economática. O destaque em 2009 ficou com o setor de construção, que acumula uma valorização de 367,9% no período. O valor de mercado das 27 empresas do setor pulou de US$ 6,5 bilhões para US$ 30,6 bilhões.

 

O estudo da Economática mostra ainda que o setor mais representativo do mercado brasileiro é o bancário, com valor de mercado de US$ 259,6 bilhões, acima dos US$ 114,9 bilhões contabilizados no final de 2008.

 

Dos 23 setores no mercado brasileiro analisados pela consultoria, o pior resultado ficou com o segmento de "instituição de intermediação de crédito" (não receptora de depósitos), que fecha o ano com uma rentabilidade de 45,2%.

 

O levantamento da Economática revela ainda que o mercado de capitais brasileiro registrou o melhor desempenho da America Latina, seguido pelo Peru, com crescimento de 85,4%. O valor de mercado das 704 empresas de capital aberto latinas fecha 2009 com uma rentabilidade de 94,7%, totalizando US$ 2,079 trilhões. O mercado brasileiro representa 58,9% do total do valor de mercado das 704 empresas Latinas, seguido pelo México, com 18%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.