carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Valorização cambial funciona como Viagra, diz Furlan

O Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Luiz Fernando Furlan, disse hoje, em Bruxelas, que a valorização cambial funciona como Viagra, o remédio contra impotência. O ministro completou declaração feita hoje pelo secretário-geral da Unctad, embaixador Rubens Ricupero, que criticou a valorização cambial como âncora para segurar a inflação. Segundo Ricúpero, "valorização cambial cria vício".Ricupero disse que uma queda maior do dólar poderá afetar a médio prazo os últimos superávits anunciados pelo governo (fiscal e comercial). Ele estima que um prazo aproximado de seis meses será suficiente para começar a esgotar esse fôlego, caso o dólar continue caindo.Ricupero não discorda das diretrizes econômicas do atual governo, porém ressalva que novas medidas são necessárias para não deixar o câmbio flutuante. "A luz está amarela" (de sinal de alerta), diz o embaixador. Segundo ele, cabe à equipe econômica ver o timing para intervir.Ricupero, que foi ministro da Fazenda no começo do Plano Real (1994), disse que o erro que se cometeu, naquela época, foi ter deixado a valorização cambial funcionar como âncora para baixar a inflação. Naquele momento, segundo ele, o "Brasil estava cansado?. ?Vínhamos de quatro a cinco planos diferentes e tínhamos que dar um fôlego, mas a dose é que faz o veneno?, disse ele, citando frase do embaixador Marcílio Marques Moreira.

Agencia Estado,

05 de maio de 2003 | 15h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.