Valorização do real ante o dólar no governo Lula chega a 124%

Moeda brasileira tem a maior valorização entre as divisas de oito mercados pesquisados pela Economática

Da Redação,

28 de julho de 2008 | 15h38

A valorização do real ante o dólar desde o início do governo de Luiz Inácio Lula da Silva já soma 124,2%, fazendo do Brasil o país - entre oito mercados pesquisados - com a maior valorização da moeda local no período, segundo estudo da consultoria Economática. Na Europa, a valorização do euro chegou a menos de metade disso no período, com 50% de alta.  O levantamento mostra que, entre o dia 31 de dezembro de 2002 e a última sexta-feira, 25 de julho, a moeda norte-americana registrou desvalorização de 55,4%, também a maior entre os mercados acompanhados pela Economática. A Colômbia é o segundo país com maior desvalorização, com 38,1%.  O único país em que o dólar mostra valorização é a Venezuela. Isso porque, o governo de Hugo Chávez tem congelado o câmbio do país diversas vezes desde 2003.  Considerando apenas os dados deste ano, a Colômbia lidera a queda da cotação do dólar, com redução de 12%, seguida pelo Brasil, com desvalorização de 11,1%. Em 2008, até o dia 25 de julho, a moeda colombiana é também a mais valorizada, com alta de 13,6% perante o dólar. Veja abaixo a valorização do dólar e das moedas locais nos diversos mercados analisados pela Economatica:   

Mais conteúdo sobre:
DólarCâmbioGoverno Lula

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.