Varejo atesta melhora da economia

Os dados constam de um estudo do Departamento Econômico da Serasa, empresa especializada em análise de crédito, que examinou os balanços de mil companhias do setor comercial desde 1990 até o primeiro trimestre deste ano. De acordo com o presidente da Serasa, Élcio Aníbal de Lucca, juros em queda, crédito em expansão, inflação sob controle e reação na produção e no emprego compõem um quadro favorável ao deslanche da atividade econômica. No primeiro trimestre de 2000, o faturamento real do comércio cresceu 3,4% na comparação com 1999, repetindo praticamente a evolução do Produto Interno Bruto (PIB), que aumentou 3,5% no período. No ano passado, o faturamento do varejo cresceu 7,1% na comparação com o ano anterior, enquanto o PIB aumentou 0,8%. Lucca ressalta que o PIB e as vendas do comércio tinham caído em relação a 1997 e que o fato de ambos indicadores terem crescido por dois períodos consecutivos, 1999 e o primeiro trimestre de 2000, confirma as perspectivas de recuperação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.