Varejo da Grande SP fatura menos 5,2% em 2001

O faturamento do varejo na região metropolitana de São Paulo caiu 5,2% no ano passado, segundo a Pesquisa Conjuntural do Comércio Varejista, realizada pela Federação do Comércio de São Paulo (Fecomercio-SP). As maiores quedas, segundo a entidade, foram registradas no setor de bens semiduráveis, com uma redução de 21,25% no faturamento real.Também o comércio de automóveis apresentou uma queda acentuada de receita, de 16,33%. Os bens não duráveis registraram alta de 0,93%. As vendas físicas registraram queda, chegando ao fim de 2001 com variação negativa de 6,51%.As vendas no Natal foram as mais fracas dos últimos três anos. Em dezembro o varejo teve queda de 1,5% em relação a novembro, e o faturamento recuou 10,24% em comparação com dezembro de 2000.A Fecomercio observa que as festas natalinas não conseguiram reverter o mau desempenho das vendas do ano, que foi marcado por fatores negativos que influenciaram a economia do País (apagão, alta de juros e atentatos terroristas nos EUA, entre outros).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.