Varejo dos EUA mostra melhora em venda de fim de ano

A maior parte dos setores de varejo dos EUA está mostrando até agora resultados melhores em comparação com as vendas de fim de ano registradas em 2008. Segundo o relatório SpendingPulse, da MasterCard Advisors, o comércio online, os produtos eletrônicos e as joalherias estão tendo ganhos.

DANIELLE CHAVES, Agencia Estado

21 de dezembro de 2009 | 16h12

Os números destacam uma melhora em relação a novembro deste ano, quando as vendas das varejistas norte-americanas ficaram abaixo das expectativas dos analistas e confirmaram o intenso foco dos consumidores em promoções e descontos. A fornecedora de dados SpendigPulse observou que melhorias no início de dezembro fizeram as vendas das varejistas crescerem em cinco dos 10 setores de varejo ligados às vendas de fim de ano entre os dias 1º de novembro e 12 de dezembro.

O comércio online registrou o crescimento mais forte até agora, com alta de 14% desde a Black Friday (no dia 27 de novembro) e de 13% desde 1º de novembro, de acordo com o relatório. O setor continuou sendo um ponto importante para o varejo dos EUA. Os produtos eletrônicos, cujas vendas se desaceleraram nas duas primeiras semanas de dezembro, ainda assim registraram aumento de 4,4% no período. Joalherias e lojas de itens de luxo tiveram alta de 0,7%.

As vendas de vestuário vêm melhorando, com resultados estáveis em dezembro e queda de 1,2% desde a Black Friday. No último mês e meio a queda é de 3,2%. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAvarejovendas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.