bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Varig antiga define nova estrutura em assembléia

A Varig antiga realiza nesta quarta-feira uma assembléia com os credores da companhia para definir a estrutura da empresa, que herdou a dívida da aérea após o leilão judicial ocorrido em julho. O ex-vice presidente Operacional e Técnico da Varig, Miguel Dau foi eleito como gestor judicial, com 99,85% dos votos. Na prática, Dau exercerá a função de presidente da empresa, que permanecerá em recuperação judicial para reduzir o passivo de R$ 7,9 bilhões da Varig. A antiga companhia aérea terá receita proveniente de uma rota da Nordeste (Congonhas - São Paulo), do centro de treinamento de pilotos, de fretamento de vôos e do aluguel dos imóveis da Varig. O presidente da empresa, Marcelo Bottini, disse na terça-feira que a Varig antiga, poderá fazer mais que um vôo até o fim deste ano. "Ela (Varig antiga) não é limitada a fazer só essa rota. Ela pode fazer outras rotas, vai depender de aviões e tripulação disponíveis", afirmou o executivo, destacando que a operação da companhia pode começar daqui a dois meses.Pelo plano de negócios da empresa, inicialmente a antiga Varig teria 50 funcionários. Os credores também aprovaram nesta quarta a distribuidora Oliveira Trust como agente fiduciária da antiga Varig. A empresa será responsável pela emissões de títulos de dívida (debêntures) para a redução do passivo de R$ 7,9 bilhões da antiga companhia área. Varig NovaA ex-presidente da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) Maria Silvia Bastos Marques, foi contratada para assessorar a estruturação da Nova Varig. A executiva chegou a ser convidada para ocupar a presidência da companhia área, mas, preferiu ficar apenas como consultora da empresa, controlada pela VarigLog. Maria Silvia passou a manhã na sede da Varig, no Rio de Janeiro, onde também esteve presente o chinês Lap Chan, um dos acionistas do consórcio que arrematou a companhia aérea em leilão judicial realizado no mês passado. Nesta quarta, a executiva irá participar de uma reunião no BNDES com representantes da VarigLog e da Embraer para uma possível negociação de aeronaves. Matéria alterada às 15h07 para acréscimo de informações

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.