Varig cancela 55 vôos no Rio e em São Paulo

Embora a Varig tenha anunciado a retomada de algumas rotas domésticas a partir desta quarta-feira, 22 vôos foram cancelados até o momento no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Cumbica, Guarulhos. Desses 22 vôos, pelo menos 11 são internacionais. Os passageiros, principalmente os que vieram do exterior, estão tendo dificuldades para viajar para seus destinos. Não há informações se os vôos cancelados na manhã desta quarta-feira estão entre os que seriam retomados. Já no Rio de Janeiro, a Infraero informou que 33 vôos da Varig também foram cancelados nesta quarta-feira no Aeroporto Internacional Tom Jobim. Até o momento, apenas um vôo decolou. Outro foi confirmado para 8h45. A Varig divulgou comunicado na terça-feira informando que a partir desta quarta-feira, 26, iria retomar gradativamente sua malha de vôos. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) confirmou que a empresa retomaria 4 vôos nacionais e 4 internacionais. No País, a Varig havia anunciado a retomada dos seguintes vôos: 1) Porto Alegre-São Paulo (Guarulhos)-Porto Alegre; 2) São Paulo (Guarulhos)-Manaus-São Paulo;3) Fortaleza-São Paulo (Guarulhos)-Fortaleza; e 4) São Paulo (Guarulhos)-Salvador-Recife-Salvador-São Paulo.Na malha internacional, os seguintes vôos estavam incluídos: 1) para Frankfurt, um vôo diário; 2) para Londres, em dias alternados;3) para Miami e Nova York, também em dias alternados; e 4) para Buenos Aires, um vôo saindo de Porto Alegre para São Paulo e da capital paulista para a capital argentina, e outro, saindo do Rio de Janeiro para Buenos Aires.A Varig acertou sua participação do Plano de Contingência da Anac em reunião na sede da Varig, no Rio de Janeiro, com técnicos do órgão regulador e comprometeu-se a fazer, até a próxima segunda-feira, 31 de julho, vôos extras com destino à Europa e a outras capitais da América do Sul.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.