Varig e Gol não endossam mais passagens da Vasp

A Gol informou, nesta quarta-feira, que não está mais aceitando passagens endossadas pela Vasp, como vinha fazendo desde o dia 21 de setembro, quando foi realizada a primeira greve de pilotos e comissários da Vasp. A Varig já havia anunciado, mais cedo, que também não embarcaria mais passageiros da concorrente, alegando "razões de mercado". Apesar do motivo oficial, fontes internas indicaram que a crise da Vasp pesou na decisão das duas companhias aéreas.Uma fonte da Varig comentou que a Vasp não estaria pagando pelos seus passageiros transportados na concorrente. Além disso, tanto Varig quanto a Gol estariam com receio de não virem eventualmente a receber no futuro pelos bilhetes endossados. Na prática, quando uma companhia aérea tem problemas com seu vôo, como um cancelamento, por exemplo, ela pode endossar o bilhete para outra empresa. A passagem é aceita pela concorrente, que realiza o transporte. Semanas depois é feito um encontro de contas e a empresa que endossou o bilhete paga pelo passageiro transportado.Segundo a assessoria da Vasp, a empresa ainda não foi informada sobre a decisão da Varig e da Gol.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.