Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Varig e TAM disputam nome da nova empresa

O processo de fusão entre TAM e Varig esbarra no nome da nova empresa. Cada uma quer manter o seu. Diante deste impasse, poderá ser escolhido um terceiro nome para a nova companhia, que nascerá com participação do BNDES.A Varig, que tem patrimônio líquido negativo e uma enorme dívida, terá 5% do capital da nova empresa. A TAM, por sua vez, não aceita incluir na fusão a Varig Engenharia, por um contrato de sete anos. Isto, segundo dirigentes da empresa, poderia comprometê-la econômica e financeiramente.

Agencia Estado,

16 de maio de 2003 | 13h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.