Varig estuda reduzir preço na ponte-aérea Rio-SP

A Varig informou hoje que estuda reduzir o preço da passagem da ponte-aérea Rio-São-Paulo para repassar ao consumidor a queda de 11,1% no preço do querosene de aviação, promovida quarta-feira pela Petrobras. TAM e Gol, procuradas pelo Estado, informaram que ainda não definiram se reduzirão ou não as tarifas.No mês passado, Varig e TAM aumentaram em 9,6% as tarifas da ponte-aérea em virtude de um reajuste de 10% promovido pela Petrobras no preço do querosene de aviação. O trecho Rio-São Paulo pelas duas empresas custa hoje R$ 328 nos dias úteis e R$ 218 nos fins de semana.O preço do querosene de aviação acumula queda de 23% desde dezembro de 2002, quando a Petrobras interrompeu um período de altas sucessivas. No entanto, a redução não chega integralmente ao consumidor. Segundo o IBGE, as passagens aéreas registram alta de 13% no mesmo período. As empresas alegam que também não há repasse integral em períodos de alta do preço do combustível.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.