bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Varig informa que voltou ao sistema de compensação IATA

A Varig informou hoje que a companhia aérea retornou ao sistema de compensação da IATA (International Air Transport Association/Câmara de Compensação). Com isso, cerca de 200 empresas internacionais filiadas à IATA podem endossar passagens aéreas da companhia brasileira.Segundo a Varig, a suspensão temporária imposta à Varig pela IATA não tem impedido que bilhetes de seus passageiros sejam aceitos pelas demais companhias aéreas filiadas à associação internacional de transporte aéreo, entre elas as 18 empresas que integram a Star Alliance: Air Canada, BMI, Spanair, Lufthansa, Lot Polish, Swiss, All Nippon, Austrian Airlines, Asiana, South African, TAP, United Airlines, USAirways, Air New Zealand, Scandinavian, Singapore e Thai Airways.A pedido da VARIG, os passageiros continuam sendo embarcados no exterior pelas companhias, dependendo dos lugares disponíveis em seus vôos, diz a nota.Segundo a Varig, apenas 11 comunicaram que não aceitariam o embarque de passageiros portadores de bilhetes Varig. São elas: Aviateca (Guatemala), Continental e Delta (Estados Unidos), Emirates (Emirados Árabes), Korean (Coréia), Lacsa (Costa Rica), Luxair (Luxemburgo), Martinair (Holanda), Taca (Equador), Alitália (Itália) e JAL (Japão). As demais continuam a aceitar os bilhetes da Varig normalmente.Ainda de acordo com a empresa, a suspensão da Varig é temporária e poderá ser revertida, assim que a empresa saldar o débito. Por exigência da IATA, a VARIG ainda mantém um seguro depósito no valor de US$ 24 milhões na Clearing House para cobrir eventuais pagamentos.Números contráriosNesta sexta-feira, a Varig informou que realizou 121 vôos , cancelando somente 8 vôos, sendo duas por condições climáticas adversas. Em esforço para atender seus passageiros nos Estados Unidos, a Varig voltou, a partir de hoje, a voar para Nova Iorque, em freqüência/dias alternados com Miami, conclui a nota.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.