Varig negocia dívida no exterior na próxima semana

A Varig vai apresentar à Justiça americana, na segunda-feira, uma proposta de amortização da sua dívida com empresas de arrendamento de aviões. Segundo o presidente do conselho de administração da Varig, David Zylberstajn, a proposta deverá ser consolidada neste fim de semana e está previsto um pagamento de no mínimo US$ 6 milhões para fazer a amortização. O presidente do conselho de administração da Varig, David Zylberstajn (no centro da foto), participou de assembéia com credores da empresa nesta semanaZylberstajn afirmou que participarão do encontro com a Justiça americana dois técnicos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o presidente da Varig, Omar Carneiro da Cunha e prováveis investidores, cujos nomes não foram revelados. "Será um dia decisivo para Varig", disse o executivo.Ele também contou que já há interessados em investir na Varig, que entraram em contato com o BNDES para poder participar do processo de reestruturação da empresa.Zylberstajn disse também que até o ano que vem será implementado na empresa um programa de redução de custos de US$ 160 milhões na empresa. O programa inclui o corte previsto de cerca de 13% da folha de pagamento da Varig, Rio Sul e Nordeste, que equivale a 1.500 funcionários. A empresa deverá propor também um programa de demissão voluntária.Decisão adiadaA assembléia de credores da Varig votou pelo adiamento da escolha do plano de recuperação da empresa para o próximo dia 26. A decisão foi tomada após o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) apresentar uma proposta de um plano alternativo para a companhia. Além da decisão sobre o plano de recuperação da empresa, foi adiada também para a eleição do representante dos trabalhadores, que deve acontecer antes do dia 26. Veja aqui mais informações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.