Varig negocia recebimento de cinco aviões em novembro

Depois de devolver pelo menos 30 aviões nos últimos 18 meses, a Varig deverá recompor, nas próximas semanas, uma pequena parte da frota que foi reduzida. A companhia aérea brasileira está finalizando negociações com a inglesa British Airways e com a suíça Swiss International Air Line para o recebimento de cinco aviões de grande porte, a partir de novembro. A informação foi confirmada por um executivo do Grupo Varig, que está acompanhando de perto os entendimentos. Na última quarta-feira, as negociações entre a empresa brasileira e a inglesa foram praticamente finalizadas. O acordo envolve a cessão de dois Boeings 777, com capacidade para cerca de 280 passageiros, que deverão ser utilizados na rota para Nova York. A empresa já tem dois jatos deste tipo operando para a Europa. Da companhia empresa suíça, virão três jatos MD-11, com 260 assentos, também pelo sistema de arrendamento. Os aviões entrarão no lugar de aparelhos do mesmo tipo que a Varig teve de devolver à empresa General Electric Capital Aviation Services (Gecas), que gradualmente reduziu a presença de seus aviões na frota da empresa brasileira. Os aviões serão usados na rota para o Japão. Situação anteriorNo ano passado, o Grupo Varig chegou a ter cerca de 120 aviões na frota, total que caiu para perto de 90 atualmente. A devolução de aviões fez parte de um processo de renegociação de dívidas e redução de custos nos contratos de arrendamento das aeronaves, contatos em dólar. Além disso, a companhia reduziu a oferta de vôos para se adequar à queda da demanda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.