Varig paga dívida de aluguel de aviões

A Varig pagou hoje integralmente dívida de US$ 56 milhões com arrendadoras de aviões e obteve uma prorrogação da proteção contra pedidos de arresto de aviões até o dia 17 de março, quando haverá nova audiência nos Estados Unidos. A liminar que concede a blindagem vencia amanhã, mas diante do pagamento do débito o juiz Robert Drain, da Corte de Nova York, estendeu o prazo.A Varig informou que o próximo passo será a ratificação do plano de recuperação da Varig no dia 31 de janeiro, em assembléia de credores. Segundo a companhia aérea, o juiz Drain quer ver o plano aprovado para conceder o mesmo prazo de proteção para a Varig estabelecido pela Justiça brasileira, de 180 dias.Parte do dinheiro pago hoje foi obtido por meio de uma operação de antecipação de recebíveis com o fundo americano de investimentos Matlin Patterson, que fechou ontem a compra da VarigLog por US$ 48,2 milhões. A TAP permanece com a Varig Engenharia e Manutenção (VEM)após ter pago US$ 24 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.