Varig poderá receber aporte de US$ 100 milhões

O banco que vai trabalhar na recuperação judicial da Varig vai buscar aporte de US$ 100 milhões no curto prazo, informou ontem o presidente-executivo da companhia, Omar Carneiro da Cunha. O contrato deve ser assinado até amanhã e a divulgação do nome da instituição só acontecerá após o fechamento do negócio, mas o mercado já dá como certa a participação do suíço UBS.Parte dos recursos serão utilizados para manutenção, pois nove aeronaves estão paradas. Destas, cinco fazem parte do ciclo normal de revisão. Outras quatro estão com a turbinas retidas porque o pagamento ficou bloqueado na recuperação judicial, conta Cunha. Segundo ele, grupos estrangeiros e nacionais demonstraram interesse em comprar separadamente a VEM e a VarigLog.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.