Varig recebe nova ajuda da VarigLog

A VarigLog fez um novo depósito para a Varig, como forma de garantir fluxo de caixa da companhia aérea por mais 24 horas. Esse é o oitavo depósito feito pela ex-subsidiária, desde que fez a proposta de US$ 500 milhões pela compra da companhia aérea. A oferta, que pode ser submetida no próximo dia 10 a aprovação dos credores, prevê uma injeção inicial de recursos de até US$ 20 milhões. Porém, a Justiça do Rio de Janeiro anunciou nesta quarta que existe a possibilidade de adiamento dessa assembléia - o que resultaria numa postergação do leilão, marcdo inicialmente para o dia 12. A alegação é dar mais tempo aos credores da companhia aérea para avaliarem a proposta de compra da VarigLog. Na semana passada, a Variglog liberou US$ 7 milhões para manter o funcionamento operação da Varig. Na última terça-feira, um novo depósito, também sem valor anunciado, foi efetivado. Todos têm como objetivo dar mais fôlego à companhia.Em casa de recusa na oferta de compra da VarigLog, o consórcio que arrematar a companhia aérea deverá devolver este dinheiro liberado para emergência, mais 10% do valor do prêmio. Reunião Segundo fontes, os credores da Varig devem se reunir ainda nesta quarta para analisar a possibilidade de adiamento da assembléia. Essas mesmas pessoas, que acompanham o caso, informam que o maior credor privado da Varig, o fundo de pensão Aerus, pode vetar a oferta da proposta da VarigLog para comprar a ex-controladora. Na avaliação do Aerus, o aporte de recursos do fundo não seria suficiente para esquecer a principal questão: qual será a sobrevivência da antiga Varig, empresa que herdará as dívidas da companhia aérea após o leilão de seus principais ativos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.