Varig retoma apenas parte dos vôos cancelados

A Varig vai restabelecer alguns vôos nacionais e internacionais a partir deste fim de semana, após a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) ter determinado que a companhia aérea tem de voltar a operar as linhas que suspendeu por uma semana. Por meio de comunicado, a empresa informou que "esta paralisação parcial é necessária até a retomada total do serviço de atendimento a seus passageiros".No comunicado, a Varig informou que hoje, no mercado internacional, foram mantidos apenas os vôos para Frankfurt e Miami a partir do Aeroporto Internacional de Guarulhos. Amanhã, a companhia deve retomar os vôos para Londres e Nova York. Para Miami e Nova York, a operação será realizada em dias alternados. No domingo, serão acrescentados vôos para Caracas e Buenos Aires.No mercado doméstico, a Varig vai fazer, a partir de amanhã, vôos para Rio-Recife-Fernando de Noronha, São Paulo (Guarulhos)-Fortaleza e São Paulo-Manaus, em dias alternados. A ponte aérea Rio-São Paulo será mantida.A decisão da Varig não obedece a determinação da Anac - retomada de todos os vôos que constam do plano de emergência. Os nacionais são: Salvador, Recife, Fortaleza, Belém, Manaus, Foz do Iguaçu, Curitiba, Porto Alegre, Fernando de Noronha, Florianópolis, Natal e Brasília, além de Rio e São Paulo. Os internacionais são: Miami, Nova York, Frankfurt, Londres, Buenos Aires, Lima, Santa Cruz, Santiago do Chile, Caracas, Aruba e Copenhagen. Retomada parcial Antes de divulgar o comunicado, o presidente da Varig, Marcelo Bottini, havia dito que a empresa só teria condições de atender parcialmente a determinação da Anac. Segundo o executivo, havia chances de apenas a operação doméstica voltar a ser realizada, mas poderia haver dificuldades na retomada dos vôos para o mercado internacional.A Varig e sua nova controladora, a VarigLog, contou Bottini, estão em negociação com empresas arrendadoras de aeronaves para definir a nova malha de vôos. A ex-subsidiária também negocia o aluguel de mais aviões, já que até quinta-feira só havia 13 em operação. A VarigLog chegou a informar, na manhã de hoje, que havia acertado com a Anac um acordo para facilitar o atendimento aos clientes da Varig afetados pela suspensão de vôos.Ontem, a companhia anunciou que até o dia 28 só irá operar os vôos da ponte aérea. A intenção da quase paralisação seria um levantamento do estado dos aviões (são necessárias apenas quatro unidades para atender 36 vôos da ponte aérea, segundo especialistas) e a identificação das rotas mais rentáveis.Após o leilão da Varig, na quinta-feira, o presidente da Anac, Milton Zuanazzi, informou que a compradora tinha prazo de 30 dias após a homologação da compra para comprovar se tem condições de voltar a operar as rotas que estão paradas, e vem sendo atendidas por outras companhias aéreas, por meio de um plano de contingência montado pela própria agência.Veja abaixo os destinos que a Varig decidiu restabelecerNo exterior- Frankfurt e Miami (a partir de hoje)- Londres e Nova York (a partir de amanhã)- Caracas e Buenos Aires, com escala em Porto Alegre (a partir de domingo)No País- Rio/Recife/Fernando de Noronha (ida e volta) (a partir de sábado)- Rio (Galeão)/São Paulo (Guarulhos)/Fortaleza (ida e volta) (a partir de sábado)- São Paulo/Manaus (a partir de sábado)Estão mantidos os vôos da ligação Rio (Santos Dumont) - São Paulo (Congonhas), que já haviam sido anunciados na quinta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.