Varig retoma em novembro rotas internacionais

O presidente da Gol Linhas Aéreas, Constantino Oliveira Júnior, disse hoje que os destinos internacionais da Varig serão retomados até o final da primeira quinzena de novembro - prazo determinado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Segundo ele, desde que a Gol incorporou a Varig em 9 de abril deste ano, foi iniciada a operação do vôo Galeão-Frankfurt, interrompida posteriormente, e que deve ser retomada em meados de dezembro. Ele prosseguiu com o cronograma, informando que a operação para Londres terá início em 28 de outubro, e para a cidade do México, em 5 de novembro.O executivo lembrou que as operações para Paris e Roma foram retomadas no início do mês passado. Ele disse também que as operações da Varig para Santiago terão início em 21 de novembro, e para Montevidéu, em 27 de novembro. Uma nova rota, para Madri, será inaugurada em 11 de dezembro. Segundo Constantino Júnior, a Varig fechará 2007 com dez aeronaves, sendo cinco do modelo 767-300, e outras cinco do modelo 737-800, sendo que, neste caso, um dos aviões que já chegou ao Brasil está sendo apresentado agora à imprensa pelo executivo.Já a operação da empresa em Buenos Aires, interrompida em agosto, deverá ser retomada em 15 dias. Segundo Constantino, as questões pendentes da empresa na Justiça Trabalhista Argentina já foram resolvidas, e o projeto de retorno à capital daquele país está sendo finalizado. O executivo negou que a Varig estaria enfrentando rejeições por problemas de dívidas para operar em alguns aeroportos internacionais. "Somos recebidos lá fora muito melhor, muitas vezes, do que dentro do Brasil", disse.ContrataçõesConstantino Júnior disse que a Varig aumentará, até o final de 2008, em 65% o número de funcionários, somando 4.166 trabalhadores, a maior parte de ex-funcionários da empresa. Ele disse também que ao final de 2008 a empresa vai operar 14 destinos nacionais e 13 destinos internacionais.

JACQUELINE FARID, Agencia Estado

23 de outubro de 2007 | 13h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.