VarigLog demitirá 962 empregados

A companhia aérea cargueira VarigLog planeja operar este ano com menos da metade de seu tamanho atual. A companhia pretende demitir 962 pessoas de seus 1.643 empregados. Do total de corte previstos, são 112 aeronautas (pilotos e co-pilotos) e 850 aeroviários (empregados em terra). Atualmente, a VarigLog tem 208 aeronautas e 1.435 aeroviários. A frota atual da VarigLog tem cerca de 10 aviões, mas apenas três em condições de vôo. A companhia tem planos de ter pelo menos até 20 aviões no médio e longo prazo, mas, agora, a idéia é ter apenas seis modelos da Boeing, sendo quatro 757-200F e dois 727-200F. Para poder operar com esse porte, a empresa pretende manter 96 aeronautas e 585 aeroviários. "O projeto de reestruturação da VarigLog está sendo debatido com sindicatos e fiscais nomeados pela Justiça e busca adequar a redução da frota da companhia com o número de colaboradores", informou a VarigLog, por meio de comunicado. A secretária-executiva do Sindicato Nacional dos Aeroviários, Selma Balbino, diz que a VarigLog quer criar uma comissão com os sindicatos para efetivar seu plano. "Eles (VarigLog) vão, com certeza, demitir mais do que isso. Não vamos participar de comissão nenhuma. O que queremos é que cumpram com a convenção coletiva de trabalho. Caso contrário, vamos entrar na Justiça para anular as demissões", afirma Selma. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.