Vasp: liminar impede avaliação de credores

Uma liminar concedida ao Aeros, Fundo de Previdência Complementar da Vasp, impediu que credores da companhia aérea, reunidos hoje em assembléia, pudessem analisar as propostas de compra apresentadas pelas empresas OceanAir e Digex.Segundo informações da assessoria de imprensa da companhia, que está em recuperação judicial, um novo prazo foi definido pelos credores para a reapresentação das propostas ou de novas ofertas. Elas deverão ser encaminhadas para o Juiz da 1ª Vara de Falências e Recuperação do Estado de São Paulo até o dia 6 de dezembro.Uma nova assembléia de credores foi marcada para o dia 13 de dezembro, às 9h, na sede da companhia aérea, em São Paulo, quando as propostas poderão novamente ser colocadas em votação.

BETH MOREIRA, Agencia Estado

30 de outubro de 2007 | 17h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.