Vasp paga dívida em juízo e suspende pedido de falência

A Vasp conseguiu na tarde desta quinta-feira suspender dois pedidos de falência formulados contra ela pela General Eletric (GE), oferecendo defesa e depositando em juízo a quantia reclamada (mais de R$ 9 milhões). Os problemas da empresa, porém, estão longe de terminar. A Infraero encaminha nesta sexta-feira à direção da companhia uma interpelação extrajudicial dando um prazo de 48 horas para o pagamento da dívida de R$ 11 milhões, referente aos últimos três meses de taxas aeroportuárias e operações de pousos e decolagens nos aeroportos federais.Se a dívida não for paga até segunda-feira, prazo em que vencerão as 48 horas legais, a estatal dará entrada com uma ação de cobrança do valor na Justiça Federal de São Paulo, sede da Vasp. A decisão foi tomada após a Infraero rejeitar a proposta da companhia aérea de tentar renegociar os R$ 11 milhões divididos em seis parcelas. Enquanto isso, a Vasp pagou nesta quinat-feira, pelo segundo dia consecutivo, R$ 63 mil, para poder usar os aeroportos federais.Já a Varig, outra empresa aérea em dificuldades, pretende procurar o governo na semana que vem para apresentar uma contra-proposta para a quitação de uma dívida de R$ 108 milhões que tem com a Infraero. A maior preocupação do Planalto, neste momento, é encontrar um meio de manter as linhas para o exterior que a Varig mantém.Uma solução para a crise financeira da Varig pode surgir na próxima semana. O Superior Tribunal de Justiça (STJ) informou que retomará na terça-feira o julgamento, interrompido em agosto, dos recursos em que se discute uma indenização bilionária por supostas perdas sofridas com planos econômicos lançados a partir de 1986.Por enquanto, a Varig obteve os votos favoráveis de dois dos cinco ministros que participam do julgamento. Para garantir o pagamento, é necessário mais um voto. A empresa calcula que tem a receber R$ 1,9 bilhão. No entanto, pelos cálculos do Ministério Público Federal, a indenização atinge R$ 5,6 bilhões. Já a Advocacia Geral da União (AGU) tem uma estimativa de cerca de R$ 7 bilhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.