Vázquez alivia clima de tensão com Argentina

O presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, inaugurou a Cúpula de presidentes do Mercosul em Montevidéu aliviando o clima de tensão com a presidente da Argentina, Cristina Fernández de Kirchner, ao dar-lhe as boas vindas. Havia um certo temor de que Vázquez pudesse revidar a indelicadeza de Cristina, há uma semana, em sua posse, quando o culpou publicamente pelos conflitos entre a Argentina e o Uruguai por causa da fábrica de celulose na fronteira entre os dois países.Vázquez disse que o Mercosul "é uma região relativamente jovem, mas com muito futuro" e estimou que o bloco "requer fatos concretos" para garantir seu avanço em direção à integração regional". Vázquez, cuja presidência pro tempore do Mercosul expira hoje, afirmou que "às vezes não basta a vontade política para concretizar" esses avances necessários.Ele destacou as conquistas do bloco e se desculpou pelas críticas que seu governo tem manifestado ao Mercosul nos últimos tempos, em uma clara referência ao ministro de Economia, Danilo Astori, que é a favor de um Tratado de Livre Comercio (TLC) do Uruguai com os Estados Unidos, e a uma mudança do status da sociedade uruguaia ao bloco regional.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.