carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

VCP iguala substituição de ações da Aracruz após parecer da CVM

A Votorantim Celulose e Papel (VCP) e a Aracruz vão propor aos acionistas em assembleia na quarta-feira uma relação de troca única para substituição de ações ordinárias e preferenciais da segunda por papéis com direito a voto da primeira.

REUTERS

25 de agosto de 2009 | 08h04

A decisão das empresas foi tomada após ponderações da Superintendência de Relações com Empresas da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que entendeu que os ordinaristas de Aracruz estavam sendo beneficiados no processo de incorporação da companhia pela VCP.

Na visão da área técnica da CVM, a relação de troca sugerida aos acionistas anteriormente, que era diferenciada para as duas classes de ações, "não se baseou em um critério objetivamente verificável".

Em comunicado no final da noite de segunda-feira, as empresas afirmaram que os administradores de ambas "resolveram acatar recomendação da CVM para não retardar ainda mais o processo de incorporação das ações" de Aracruz por VCP.

As companhias ressalvam estarem convictas, apesar disso, "de terem cumprido com todos os requisitos legais e regulamentares necessários para o estabelecimento da relação de troca".

A assembleia que estava marcada para segunda-feira para deliberar sobre a troca de ações foi suspensa e será retomada na quarta-feira. As empresas vão propor, agora, que cada ação ordinária ou preferencial da Aracruz seja substituída para cada 0,1347 ação ordinária de emissão de VCP.

Em julho, as companhias revelaram que a troca das ações preferenciais da Aracruz por ordinárias da VCP teria um fator de ajuste de 0,91. Isso resultaria, na prática, em uma atribuição de valor menor às preferenciais de Aracruz na substituição.

(Reportagem de Cesar Bianconi)

Tudo o que sabemos sobre:
PAPELVCPARACRUZTROCA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.