Veja as novas blue chips do Ibovespa

A carteira do Índice Bovespa que entrou em vigor na sexta-feira consolida as ações preferenciais (PN, sem direito a voto) da Petrobras, da Telemar e da Globo Cabo como as principais blue chips da bolsa. Como apontavam as prévias divulgadas anteriormente pela Bovespa, esses papéis terão o maior peso na composição do índice, e serão fundamentais para determinar os rumos do indicador mais conhecido do mercado acionário brasileiro. Outras alterações importantes foram o aumento da participação das ações de telefonia celular e a diminuição do peso dos papéis do setor elétrico, principalmente de Eletrobrás.O impacto da mudança sobre o mercado deve ser pequeno esta semana, uma vez que a maior parte dos fundos atrelados ao Ibovespa já adequou suas carteiras ao novo índice. A partir de agora, o efeito deve ser pequeno.O administador de carteiras da BBA Capital-Icatu, André Paes, diz que a maior parte dos gestores apenas adaptou suas apostas de investimento à nova composição do índice. O diretor de Renda Variável da Crédit Lyonnais Asset Management, Fábio de Aguiar Faria, destaca a pulverização do índice, tendência definida desde a prévia anterior. A ação com maior peso no Ibovespa é Petrobras PN, que responde por 8,510% do indicador. Na carteira que vigorou até o fim de abril, o recibo da Telebrás tinha um peso de 42,4% no índice. Ele entende que essa desconcentração é positiva, pois o desempenho do mercado não fica na dependência do comportamento de apenas um papel.Analistas acreditam em Petrobras ONAguiar aposta que Petrobras ON (ordinária, com direito a voto) vai ganhar espaço no índice nas próximas prévias, uma vez que, depois da venda das ações que excediam ao controle do governo, esses papéis passaram a ser muito negociados. Paes acredita que Petrobras tem grande possibilidade de se tornar o carro-chefe da bolsa. Ele lembra que o papel tende a ocupar espaço cada vez maior no mercado de opções, fazendo com que a ação seja ainda mais negociada no mercado à vista. As ações com maior volume de negócios são bem vistas pelos investidores porque é mais fácil entrar e sair delas, o que é importante num mercado de risco como a bolsa.E o diretor da Bracal Investimentos, Manuel Caldeira, também vê com bons olhos as perspectivas para o papel, ressaltando que a empresa deverá continuar tendo lucros expressivos nos próximos anos. Entre as três ações com maior peso no Ibovespa, a maior incógnita é Globo Cabo. Há analistas - como Caldeira - que têm dúvidas sobre as perspectivas do papel, que se tornou a principal estrela do setor de alta tecnologia da bolsa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.