Veja as opções para o seguro-educação

Preocupados com a educação de seus filhos, alguns pais vêm procurando alternativas para protegê-los financeiramente em sua eventual ausência. As seguradoras oferecem dois tipos de seguro-educação: o individual e o não-individual. A diferença para quem contrata um seguro-educação do tipo não-individual é que o pai ou responsável não pode optar pelo produto de acordo com seu perfil. A própria seguradora firma acordo com uma instituição educacional rateando o prêmio na mensalidade escolar. Como é coletivo, o custo diminui, independentemente da cobertura escolhida pelo segurado. A desvantagem deste tipo de seguro é que a opção do seguro só existe se o beneficiário for aluno da escola onde foi firmado o contrato. Por isso, algumas seguradoras como Indiana, AGF, Unibanco, Banco Santos, BCN e Porto Seguro oferecem a opção individual. Não há muita diferença quanto aos benefícios. Todas oferecem a cobertura básica em caso de morte natural ou acidental e invalidez total ou permanente por acidente ou doença do segurado, no caso, o pai ou responsável pela educação da criança, enquanto o beneficiário estiver estudando. Por isso, o limite do prazo de todas se estende até a conclusão do ensino superior.O que varia são os valores dos prêmios e as cláusulas adicionais. Portanto, quem estiver interessado nesse produto deverá procurar o corretor de confiança e pesquisar o mais adequado ao seu perfil. Há uma ressalva, no entanto, nos contratos firmados com o Unibanco e BCN. Ambos retornam o valor das mensalidades pagas corrigido após o término do contrato, caso não ocorra o sinistro.Para o presidente da Federação Nacional dos Corretores de Seguros (Fenacor), Leôncio Arruda, a dica para baratear o prêmio é tentar convencer o colégio do beneficiário a aderir ao produto. "Dessa forma, o custo é bem menor para o segurado porque a massa se tornará auto-suficiente para pagar o sinistro, se houver algum."Para atrair clientes, a Porto Seguro oferece benefícios ao segurado, como reembolso de perda de bagagem, auxílio médico e odontológico, entre outros. "É uma forma de beneficiar quem está fazendo o seguro", afirma o gerente de Seguro de Vida, Marcos Bogo.Valor médioPara comparar os benefícios de cada seguradora, o Estado escolheu, como exemplo, um pai de 35 anos, com filho cursando a 1.ª série do ensino fundamental em uma escola que cobra mensalmente R$ 500,00. Os prêmios com cobertura básica oferecidos pelas seguradoras, nesse caso, custam em média de R$ 20,00 a R$ 30,00. A cobrança é feita por meio de boleto bancário. Se o valor for menor, algumas empresas, como a Santos Seguros, optam pela emissão bimestral para compensar o custo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.