bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Veja os deputados que mudaram de posição no Placar da Previdência

A maioria dos deputados que modificou a intenção de voto, porém, passou de 'a favor' para 'contra' a reforma

Bernardo Gonzaga, Deivlin Vale* e Liana Costa, especiais para o Estado

12 de maio de 2017 | 18h15

BRASÍLIA - Apesar da confiança dos partidos na obtenção dos votos necessários para a aprovação do texto, a maioria dos deputados que modificou o voto no Placar da Previdência passou de “a favor” para “contra” a reforma. A tendência é observada em 7 dos 10 parlamentares que alteraram posicionamento. Confira a lista:

São eles: Gorete Pereira (PR-CE), Goulart (PSD-CE), Hugo Leal (PSB-RJ), Joaquim Passarinho (PSD-PA), Lucio Mosquini (PMDB-RO), Luis Carlos Heinze (PP-RS) e Stefano Aguiar (PSD-MG).

Os deputados Goulart (PSD-CE) e Joaquim Passarinho (PSD-PA) revelaram que o texto-base aprovado na comissão não contemplou pleitos de muitos parlamentares, como alterações na regra para a idade mínima e na aposentadoria rural. “A reforma é necessária, mas a verdade é que o Governo vendeu mal”, comentou Goulart. O Estado não conseguiu contato com os outros parlamentares listados acima.     

PLACAR DA PREVIDÊNCIA: Veja a intenção de voto de cada deputado

Outros três deputados se manifestaram "contra" em um primeiro momento e agora se declaram "a favor": Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE), Toninho Wandscheer (PROS-PR) e Wilson Beserra (PMDB-RJ). Todos eles afirmaram que a mudança de posição foi diretamente influenciada pelas modificações que o texto-base sofreu na comissão especial.

* Sob supervisão de Murilo Rodrigues Alves

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.