coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Veja queda da parcela do financiamento com recursos do FGTS

Mudanças nas regras aumentam limite de empréstimo habitacional pelo Fundo e beneficiam os consumidores

30 de outubro de 2007 | 17h52

O Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) anunciou nesta terça-feira, 30, alterações nas condições de financiamento imobiliário com recursos do FGTS. Uma das mudanças é a elevação do teto destes financiamentos do valor de R$ 130 mil para R$ 245 mil (valor do imóvel de R$ 350 mil). A medida beneficiará os consumidores que anteriormente teriam que recorrer a outras modalidades de crédito.   Uma das vantagens de se recorrer a empréstimos com recursos do FGTS é que eles são mais baratos que outras modalidades, como as que utilizam recursos da poupança. Segundo as regras do Sistema Financeiro de Habitação (SFH), os juros de empréstimos com dinheiro da poupança variam de 9% a 12% ao ano, mais Taxa Referencial (TR). Nos empréstimos com dinheiro do FGTS, os juros máximos deverão ser de 8,66% ao ano mais TR.   A Associação Nacional dos Executivos de Finanças Administração e Contabilidade (Anefac) realizou uma simulação para demonstrar as diferenças entre o financiamento com recursos do FGTS e do STH. O estudo considerou um valor financiado de R$ 245 mil, juros de 12% + TR para o STH e de 8,66% + TR para o FGTS.   Simulação 1 - Prazo 10 anos     SFH  FGTS  1ª prestação  R$ 4.494,71  R$ 3.811,94  Última prestação  R$ 2.292,34  R$ 2.323,59  Total pago  R$ 417.598,39  R$ 375.767,32           Simulação 2 - Prazo 20 anos    SFH  FGTS  1ª prestação  R$ 3.473,87  R$ 2.791,11  Última prestação  R$ 1.294,77  R$ 1.324,36  Total pago  R$ 605.891,63  R$ 518.351,74           Simulação 3 - Prazo 30 anos    SFH  FGTS  1ª prestação  R$ 3.166,60  R$ 2.450,83  Última prestação  R$ 989,86  R$ 1.016,73  Total pago  R$ 740.999,97  R$ 605.378,71             Com os resultados, a Anefac aconselha os consumidores a esperarem até o início de 2008 - quando entram em vigor as novas condições - para fazer seu financiamento, beneficiando-se assim da melhoria dos empréstimos.

Tudo o que sabemos sobre:
FGTS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.