Vem aí o carro voador
Conteúdo Patrocinado

Vem aí o carro voador

Embraer planeja colocar o eVTOL no mercado em 2026, revelou o CEO da empresa no Insights, o podcast do Bradesco

Bradesco, Estadão Blue Studio
Conteúdo de responsabilidade do anunciante

16 de setembro de 2021 | 08h00

Se você ainda pensa que carro voador é algo restrito à ficção científica e que só vamos vê-lo num futuro muito distante, está na hora de atualizar os seus conceitos. A Embraer, fabricante brasileira de aviões reconhecida em todo o mundo, está trabalhando num projeto revolucionário – o eVTOL, pequeno veículo elétrico que vai sobrevoar as cidades a um custo muito inferior ao dos helicópteros, tornando-se assim um elemento de transição entre o que vemos hoje nas ruas e o cenário de intenso tráfego aéreo vislumbrado no desenho futurista Os Jetsons.

O CEO da Embraer, Francisco Gomes Neto, revelou detalhes desse fascinante projeto no Insights, o podcast do Bradesco. O executivo contou que a empresa começou a trabalhar no desenvolvimento do eVTOL há quatro anos e que o veículo terá autonomia inicial para voar até 100 km sem recarregar as baterias – com zero emissão de carbono e um nível de ruído até 80% inferior ao produzido por um helicóptero. Trata-se do principal projeto da Embraer X, subsidiária focada em inovações disruptivas.

Com capacidade para quatro passageiros, além do piloto, o veículo terá oito rotores elétricos para sustentar a decolagem vertical e dois propulsores, também elétricos, responsáveis pelo movimento para a frente. A ideia é oferecer uma alternativa de transporte urbano que fique no meio termo entre táxis e helicópteros, utilizando a estrutura já disponível de helipontos – que serão equipados com carregadores de bateria. “Estamos projetando um custo por passageiro 70% inferior ao de um helicóptero”, diz o CEO da Embraer. O objetivo é certificar o novo veículo em 2025 e colocá-lo no mercado no ano seguinte.

Ideias inovadoras

A conversa, descontraída, mas muito informativa, teve a participação do diretor do Large Corporate Bradesco, Carlos Pedras, e da investment advisor do Bradesco Private Bank e apresentadora do Insights, Priscila Forbes. Gomes Neto descreveu também os desafios enfrentados pela empresa em decorrência da pandemia e contou sobre os diversos projetos de aviação em andamento nas áreas comercial, executiva e militar, incluindo novos contratos. “Mais de 80% da receita da Embraer vem do exterior”, observou o CEO.

A participação do executivo está no episódio 81 do Insights, disponível nas plataformas Spotify, Google Podcasts, Apple Podcasts e Deezer. A proposta do podcast, com novos episódios publicados semanalmente, é abordar temas econômicos e financeiros sob diferentes prismas, trazendo ideias que provocam um novo jeito de pensar, levantam discussões e despertam inspirações para o mundo dos investimentos.

O projeto foi lançado em abril de 2020, logo depois da chegada da covid-19 ao Brasil – o primeiro episódio teve como tema justamente a crise do coronavírus e as possíveis implicações para os investimentos. Desde então, já tratou de temas ligados à conjuntura econômica, como Reforma Tributária e práticas ESG, assuntos corporativos – a exemplo de propósito e saúde mental – e outros cases de empresas, como iFood, Microsoft e Mercado Livre.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.