finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Vence FGTS das empregadas domésticas

Vence hoje o prazo para o recolhimento do FGTS de março da empregada doméstica. Para quem não inscreveu a empregada, o pagamento é opcional. Para quem já faz o recolhimento, ele passa a ser obrigatório e a alíquota é de 8%, a ser aplicada sobre a remuneração paga no mês de março. Vale lembrar que o porcentual de recolhimento não pode ser descontada do salário. Caso haja atraso ou interrupção no pagamento, o valor do recolhimento deverá ser atualizado com base na variação da Taxa Referencial (TR) acrescido de 0,5% de juro ao mês, além de multa de 5%, se pago no mesmo mês de vencimento, ou de 10% se nos meses subseqüentes.O pagamento deverá ser feito por meio da Guia de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social (Gfip) em agências da Caixa Econômica Federal. A guia pode ser obtida nos sites da Previdência (veja link abaixo) e da Caixa (veja link abaixo) ou nas papelarias.

Agencia Estado,

07 de maio de 2001 | 07h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.