Vence hoje contribuição à Previdência

Vence hoje o prazo para que os empresários, autônomos, empregadas domésticas, donas de casa, estudantes, desempregados e demais pessoas inscritas na Previdência Social paguem a contribuição relativa ao mês de agosto, sem multa e juro. Quem deixar para fazer o recolhimento a partir de amanhã arcará com 4% de multa, se quitar o débito em setembro; com 7%, se fizer o recolhimento em outubro; e com 10%, se pagar a partir de outubro, mais juro de 1% para o mês de pagamento, mais 1% para o mês de vencimento, mais a taxa Selic acumulada entre os meses intermediários. DomésticasAs empregadas domésticas recolhem pelas mesmas faixas salariais e alíquotas dos assalariados. Para a empregada que recebeu o salário mínimo (R$ 200,00) em agosto, a contribuição total é de R$ 39,30 (R$ 24,00 da patroa mais R$ 15,30 da empregada); para a doméstica que ganhou entre R$ 200,01 e R$ 468,47, utiliza-se a alíquota de 19,65%; para quem recebeu entre R$ 468,48 e R$ 600,00, de 20,65%; de R$ 600,01 a R$ 780,78, de 21%; e de R$ 780,79 a R$ 1.561,56 (limite), de 23%. Os autônomos fazem o recolhimento de acordo com a data de inscrição na Previdência Social. Quem fez a inscrição até 28 de novembro de 1999 e contribui sobre a classe 1 até a classe 6 pode recolher sobre qualquer valor entre R$ 200,00 (piso) e R$ 936,94. Os demais fazem o recolhimento de acordo com sua classe de contribuição. Os inscritos a partir de 29 de novembro de 1999 podem pagar a contribuição sobre qualquer valor entre R$ 200,00 e R$ 1.561,56 (limite). Nesse caso, a alíquota de recolhimento é de 20%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.