Vence renovação do crédito educativo

O prazo de renovação do crédito educativo dos participantes do Programa de Financiamento Estudantil (FIES) termina hoje. De um total de 102.275 estudantes participantes, 71.935 já iniciaram o aditamento de seus contratos. Neste ano, o processo de renovação traz uma novidade: a possibilidade de aditamento do contrato pela Internet, no site da Caixa Econômica Federal (veja o link abaixo). O FIES, que substituiu o antigo CREDUC (Crédito Educativo), foi lançado pelo Ministério da Educação em 1999 com o objetivo de financiar a mensalidade de estudantes com recursos insuficientes para custear o ensino superior. O programa já atende a mais de 100 mil estudantes universitários.O primeiro processo seletivo de 2000 ofereceu aos universitários a opção de realizarem suas inscrições pela rede. A divulgação dos selecionados e também o processo de entrevistas nas faculdades foram feitos com o uso de recursos da Internet, garantindo informações transparentes para a sociedade.Em 25 de setembro, foi lançado o Aditamento Automático de Contratos. Antes, quando precisavam renovar os seus contratos, os universitários tinham que se dirigir às suas faculdades, e depois precisavam comparecer às agências da Caixa, acompanhados pelos seus fiadores.Com o novo processo, os universitários que não necessitarem alterar dados da contratação original e que estiverem em dia com o programa renovarão seus financiamentos na própria faculdade, sem a necessidade de assinatura de termos aditivos e apresentação de documentos e fiadores. A partir de 2001, os aditamentos ocorrerão no período de matrícula.Cartão do Cidadão A partir deste semestre, a Caixa encaminhará gratuitamente, a todos os universitários do FIES, o Cartão do Cidadão, que permite a consulta da situação ou extrato do financiamento estudantil, além do saldo do PIS e FGTS. Entre as novidades para os universitários também está a criação do Federal Card Universitário e da Conta Especial Eletrônica, com limite de crédito para outras despesas de custeio. Nesses casos, existe um processo de aprovação de crédito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.