Venda da Nossa Caixa terá contrato de confidencialidade

O governo paulista, tendo à frente o secretário da Fazenda, Mauro Ricardo, e o Banco do Brasil devem assinar na próxima terça-feira um acordo de confidencialidade para o processo de venda do banco estatal Nossa Caixa à instituição federal. Amanhã, haverá uma reunião onde o grupo de dirigentes da Nossa Caixa fornecerá informações a um grupo de trabalho do Banco do Brasil.Nos estudos, devem ser utilizadas as informações que estão sendo levantadas pelos Bancos Fator e Citibank, solicitadas pelo governo paulista, a respeito dos ativos das empresas sob o seu controle. O acordo foi firmado entre o governo paulista e as duas instituições no início do ano. Após este trabalho, o governo acredita que poderá definir o valor da Nossa Caixa e negociar com o BB. Não há prazo para que este processo seja concluído.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.