Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Venda de ações do Banespa é recomendada

Depois do anúncio de oferta pública para recompra das ações do Banespa pelo Santander, no final de dezembro, alguns analistas passaram a recomendar a venda imediata desses papéis. Isso porque, depois da proposta do banco espanhol, as ações do Banespa tiveram uma forte valorização e estão sendo negociadas num patamar muito próximo ao valor oferecido pelo Santander para a recompra dos papéis - R$ 95,00 pelo lote de mil ações. Nos últimos negócios de ontem, as ações preferenciais (PN, sem direito a voto) eram vendidas a R$ 88,64 e as ordinárias (ON, com direito a voto) a R$ 88,30. Isso significa um ganho de 47,70% sobre a cotação de fechamento das ações PN de quinta-feira passada, dia 28 de dezembro - data do anúncio da oferta pública - e de 42,42% sobre o valor das ON.De acordo com Alexandre Vasarhelyi, gestor de carteira sênior do Deutsche Bank, os negócios com os papéis do Banespa passaram a ser uma operação de renda fixa. "O investidor já sabe qual o preço máximo que ele vai conseguir na venda do papel, caso aceite vendê-lo ao Santander", explica o executivo. Ele lembra que a única variável é o período, pois a efetivação da recompra das ações depende de uma aprovação por parte da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). "A autarquia deve demorar de um a quatro meses. Depois disso há um prazo para a publicação do edital. A expectativa do mercado é de que a operação seja realizada no início de maio", afirma.Investidor com tolerância ao risco deve trocar de açãoNa opinião de Vasarhelyi, para o investidor que está em Bolsa e, por isso, tem tolerância ao risco, não vale a pena ficar com a ação do Banespa. "O ideal é vender a ação do banco agora e já comprar papéis que apresentam um potencial de ganho maior", diz. Na opinião do executivo, o leilão teria que acontecer antes do dia 16 de maio para que o ganho com a venda da ação do Banespa ao Santander ao preço de R$ 95,00 superasse as projeções de lucro para os fundos de renda fixa DI (pós-fixados). Júlio Ziegelmann, diretor de renda variável do BankBoston Asset Management, aposta que a operação deve ocorrer dentro de dois meses. "Dado o juro atual e a expectativa para os próximos dois meses, a venda das ações do Banespa ao Santander não será vantajosa em relação aos fundos de renda fixa DI, considerando esse período e o preço da ação cotado abaixo de R$ 92,60", analisa o diretor. Porém, ele lembra que, para quem pretende ficar com o dinheiro investido em ações, o ideal é trocar de papel agora.A diretora de gestão da Fator Administração de Recursos, Roseli Machado, também considera que os negócios com os papéis do Banespa representam uma operação de renda fixa. "Se o investidor tem a perspectiva de que pode ganhar mais comprando ações de outra empresa, deve vender o papel do Banespa e investir em outra companhia. Se não, deve permanecer com o papel", orienta a diretora.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.