Venda de carros no Brasil bate novo recorde

Faltando 13 dias para 2012 acabar, a indústria automobilística brasileira quebrou novo recorde ao ultrapassar ontem, em mais de 17 mil unidades, a marca de 3,633 milhões de veículos vendidos em todo o ano passado. A expectativa dos fabricantes é de fechar o ano com vendas totais próximas a 3,8 milhões de unidades, alta de quase 5% ante 2011.

CLEIDE SILVA, O Estado de S.Paulo

19 de dezembro de 2012 | 02h08

Na primeira quinzena do mês foram vendidos 190,6 mil veículos, 21,8% a mais que em novembro e 14,2% superior ao volume da primeira metade de dezembro do ano passado, segundo dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

A média diária de licenciamentos está em 17.333 unidades, cerca de 14% acima das médias verificadas no mesmo intervalo do mês passado e também de dezembro de 2011, na casa das 15 mil unidades.

O mercado ainda espera o anúncio do governo federal sobre uma possível manutenção do corte do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), mas, na dúvida, ainda é possível que ocorra antecipação de compra. Em vigor desde maio, o benefício resultou em queda de 5% a 10% nos preços dos automóveis e está previsto para acabar dia 31.

Ao mesmo tempo em que precisa de caixa para realizar investimentos em 2013, o Ministério da Fazenda teme uma queda brusca na atividade econômica no primeiro trimestre. Resultado muito negativo na indústria automobilística logo no início do ano pode ter importante influência na esperada recuperação do Produto Interno Bruto (PIB), que ficará abaixo de 1,5% em 2012.

Na primeira quinzena, a lista dos modelos mais vendidos segue com o Gol à frente (15.170 unidades), seguido por Palio (9.944) e Uno (9.712). O novato HB20 mantém a oitava posição na lista, com 5.660 unidades.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.