finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Venda de carros tem novo recorde

Antes mesmo do fim do mês, o setor já obteve o melhor resultado de sua história em julho

Cleide Silva, O Estadao de S.Paulo

07 de julho de 2031 | 00h00

Antes mesmo de terminar o mês, a indústria automobilística já registra o melhor julho de sua história, com vendas, até sexta-feira, de 191 mil veículos zero-quilômetro, incluindo caminhões e ônibus. Com esses resultados, o setor está perto de superar o recorde mensal de maio, quando foram vendidas 211,1 mil unidades. O melhor julho anterior foi em 1997, com 172,3 mil veículos vendidos no País.Neste ano, a indústria já vendeu 255,5 mil carros a mais que no período de janeiro a julho de 2006. Até sexta-feira, a soma total era de 1,273 milhão de unidades, um aumento de 25% ante 1,017 milhão de unidades comercializadas nos sete meses do ano passado.Segundo analistas do mercado automobilístico, se ontem e hoje for mantida a média diária de vendas das últimas semanas, de cerca de 10 mil veículos, o recorde de maio será ultrapassado. ''''Apesar de ser um mês de férias, muita gente trocou de carro'''', constatou Paulo Roberto Garbossa, diretor da consultoria ADK.Garbossa acredita ainda que a crise no setor aéreo, que se aprofundou neste mês, pode ter impulsionado a venda de automóveis. ''''Não sei se é realidade, mas pode ter ocorrido que muitas pessoas, com receio de viajar de avião e de ficar muito tempo paradas nos aeroportos, tenham preferido trocar de carro para viajar com um modelo mais novo'''', disse ele.FILA DE ESPERAAs vendas de automóveis e comerciais leves somam, até agora, 181,2 mil unidades, ante 188,9 mil em todo o mês de junho. Mas faltam dois dias úteis de licenciamento (ontem e hoje). Em todo o mês de junho foram vendidos 198,7 mil veículos.Vários modelos continuam com fila de espera de até dois meses, como o Prisma, da General Motors, e o Honda Civic. Várias montadoras anunciaram medidas para ampliar a produção, como novas contratações e criação de terceiro turno de trabalho.Para o ano, a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) projeta vendas totais 22% superiores ao volume de 2006, que foi de 1,927 milhão de unidades. A projeção para este ano é de ultrapassar a marca de 2,3 milhões de unidades só no mercado interno. A produção deve ficar próxima de 2,87 milhões de veículos. Os resultado do setor em julho será divulgado pela entidade na segunda-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.