Venda de casa nova nos EUA cresce 2,7% em setembro

As vendas de imóveis residenciais novos nos Estados Unidos em setembro subiram 2,7% em comparação a agosto, totalizando 464 mil unidades, surpreendendo os economistas, que previam vendas de 455 mil, de acordo com informações do Departamento de Comércio dos EUA. Em comparação a setembro de 2007, as vendas de imóveis residenciais novos caíram 33,1%, diante do aperto no crédito hipotecário. Em agosto, as vendas de residências novas caíram 12,6%, para 452 mil, revisadas de uma queda de 11,5%, para 460 mil, menor nível em 17 anos. Em julho, as vendas subiram 3,6% para 517 mil, revisadas de uma alta de 4%, para 520 mil. Os preços médios de imóveis residenciais novos caíram 5,7%, para US$ 275,5 mil em setembro, ante US$ 292,2 mil no mesmo período de 2007. Em agosto, o preço médio dos imóveis novos nos EUA era de US$ 264,1 mil. Os estoques caíram 7,3%, para um total estimado de 394 mil casas à venda no final de setembro, em comparação a 425 mil em agosto. As informações são da Dow Jones.

GUSTAVO NICOLETTA, Agencia Estado

27 Outubro 2008 | 14h32

Mais conteúdo sobre:
imóveis EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.