Venda de imóveis caiu mais do que o esperado

Um indicador futuro de vendas de imóveis residenciais dos EUA caiu mais do que o esperado em setembro, na medida de que mercados de crédito apertados e condições econômicas em deterioração continuam a cobrar seu pedágio no mercado de moradia. O índice de vendas de imóveis residenciais pendentes da Associação Nacional dos Corretores de Imóveis (NAR, na sigla em inglês) caiu 4,6% para 89,2 em setembro, de 93,5 em agosto. Os analista privados projetavam uma queda de 3,7% nas vendas pendentes em setembro. Em agosto, o indicador subiu 7,5%, um dado ligeiramente revisado de uma estimativa anterior de 7,4%. Lawrence Yun, economista-chefe da associação, observou que, olhando para os dados anuais, as vendas de imóveis residenciais pendentes estão acima dos níveis de há um ano por dois meses seguidos. "O enfraquecimento mensal nas vendas de imóveis residenciais pendentes é compreensível, mas porque o índice permanece acima dos níveis de há um ano, isso significa que ainda estamos em um amplo período de estabilização", disse. Em sua previsão mensal para o setor, a NAR projeta as vendas de imóveis pendentes em 5,02 milhões de unidades este ano e 5,32 milhões em 2009. Isso, comparado com 5,65 milhões de unidades em 2007. O preço médio para uma casa usada é calculado em US$ 198.600 em 2008 e US$ 200.800 em 2009. Em 2007, estava em US$ 218.900. Há um mês, a previsão para 2008 era de vendas em 5,04 milhões de unidades e de 5,41 milhões em 2008. A projeção de preço médio para 2008 era de US$ 200.700 e de US$ 206.300 para 2009.

Dow Jones Newswires, O Estadao de S.Paulo

08 de novembro de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.