Venda de imóveis novos nos EUA cai para menor nível desde 95

Comercialização de residências de família única caíram 1,8% no mês, para taxa sazonalmente ajustada de 590 mil

NATHÁLIA FERREIRA, Agencia Estado

26 de março de 2008 | 11h22

As vendas de imóveis residenciais novos nos EUA caíram em fevereiro para o menor nível em 13 anos, enquanto os preços também declinaram. As vendas de residências de família única caíram 1,8% no mês passada para uma taxa sazonalmente ajustada de 590.000, a menor desde fevereiro de 1995, informou o Departamento de Comércio. As vendas de novos imóveis em janeiro recuaram 1,6% para taxa anual de 601.000, dado revisado em relação à estimativa original de queda de 2,8% para 588 mil. Economistas previam declínio de 2,2% nas vendas de fevereiro, para 575 mil. Em relação a fevereiro do ano passado, as vendas de novos imóveis caíram 29,8%.O preço mediano das casas novas recuou 2,7%, para US$ 244.100 em fevereiro, de US$ 250.800 em fevereiro de 2007. O preço médio caiu 7,8% para US$ 296.400, de US$ 321.500 no mesmo período do ano passado. Em janeiro, o preço mediano foi de US$ 225.600 e o médio de US$ 282.500. Os estoques caíram para uma estimativa de 471.000 residências à venda no fim de fevereiro, de 481.000 no fim de janeiro. A relação de novas casas à venda para casas vendidas se manteve estável em fevereiro, em 9,8. Originalmente, o governo estimou essa relação em janeiro em 9,9.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.