Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Venda de imóveis usados crescem 7,2% em julho nos EUA

Preços mais baixos e disponibilidade de abatimentos fiscais produziram a maior taxa em quase dois anos

Marcílio Souza, da Agência Estado,

21 de agosto de 2009 | 11h23

As vendas de imóveis residenciais usados cresceram 7,2% em julho ante junho nos EUA, o maior aumento em termos porcentuais na comparação mensal em mais de uma década, atingindo a taxa sazonalmente ajustada de 5,24 milhões, disse a Associação Nacional dos Corretores de Imóveis (NAR). Analistas consultados pela Dow Jones previam aumento de 2,2%, para 5 milhões.

 

A taxa atingida em julho é a maior em quase dois anos, e resulta dos preços mais baixos e da disponibilidade de abatimentos fiscais, que estimularam os compradores. "O mercado de imóveis decididamente virou para melhor", disse o economista-chefe da NAR, Lawrence Yun.

 

Em junho, as vendas de imóveis aumentaram 3,6%, para 4,89 milhões. O número não foi revisado. Na comparação com julho do ano passado, as vendas de imóveis usados aumentaram 5,0% no mês passado.

 

A mediana de preço de um imóvel usado no mês passado foi de US$ 178,4 mil, 15,1% menor que a de julho de 2008. Os estoques de imóveis eram 7,3% maiores ao final de julho, em 4,09 milhões. Esse nível representa 9,4 meses de oferta ao ritmo de vendas atual. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Vendaimóveis usadosEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.