Venda de moradia usada cai 3,8% em maio nos EUA

As vendas de moradias usadas nos Estados Unidos caíram para o menor nível em seis meses em maio, segundo dados divulgados hoje pela Associação Nacional dos Corretores de Imóveis. O recuo em maio, em relação a abril, foi de 3,8%, para a taxa anual sazonalmente ajustada de 4,81 milhões. Economistas previam uma queda maior, de 5,0%, para 4,80 milhões de unidades.

DANIELLE CHAVES, Agencia Estado

21 de junho de 2011 | 11h35

De acordo com a associação, os números de abril foram revisados para baixo, para mostrar a venda anual de 5,0 milhões de unidades. O preço médio das moradias usadas em maio foi de US$ 166.500, um recuo de 4,6% em relação ao valor de US$ 174.600 verificado no mesmo mês do ano passado.

O estoque de casas usadas à venda diminuiu para 3,72 milhões em maio, representando 9,3 meses de oferta à taxa atual de vendas. Em abril, essa taxa havia sido de 9,0. Em três das quatro regiões dos EUA houve queda nas vendas de moradias usadas no mês passado, em comparação com abril. As vendas recuaram 6,4% no Meio Oeste, 5,1% no Sul e 2,5% no Nordeste. No Oeste, as vendas ficaram estáveis.

Moradias com problemas, como execuções de hipotecas, somaram 31% das vendas em maio, abaixo de 37% no mesmo mês do ano passado. Os compradores da primeira residência representaram 35% dos negócios em maio, abaixo de 46% um ano antes, quando ainda havia incentivos fiscais. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
vendasmoradiasusadasEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.