Venda de papelão ondulado no Brasil interrompe ciclo de alta e recua 1,77% em outubro

O volume de vendas de papelão ondulado no Brasil caiu 1,77 por cento em outubro sobre o mesmo período do ano passado, interrompendo três meses consecutivos de avanço na mesma base de comparação.

REUTERS

11 de novembro de 2014 | 09h42

Segundo a associação que representa o setor, a Associação Brasileira do Papelão Ondulado (ABPO), as vendas no período totalizaram 314.102 toneladas.

Contra setembro, a venda do insumo usado em embalagens e é considerado um dos termômetros da economia cresceu 6,61 por cento, informou a entidade nesta terça-feira citando dados preliminares.

Já no acumulado de 2014 até o mês passado, a expedição de papelão ondulado teve variação positiva de 0,35 por cento, a 2,848 milhões de toneladas, informou a ABPO.

(Por Priscila Jordão)

Tudo o que sabemos sobre:
PAPELABPOOUTUBRO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.