Venda de passagens aéreas cresce 7,6%

Janeiro registrou aumento de 7,6% na demanda nacional de passagens aéreas, em relação ao mesmo mês de 2003. O número consolida a tendência de recuperação do movimento na aviação local, iniciada em outubro. O primeiro mês do ano é de alta temporada turística e de redução das viagens a negócios, o que explica a queda de 4,6% no movimento internacional, em relação a janeiro do ano anterior. Os números são do Departamento de Aviação Civil (DAC) e foram divulgados hoje pelo Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (Snea).A TAM continua a liderar a aviação doméstica. Em janeiro a empresa teve 33,87% de fatia no mercado doméstico, com índice de ocupação de 64% nos vôos. O grupo Varig obteve 29,73% do mercado e ocupação de 66%. Em janeiro de 2003, a Varig tinha 36,07% de participação. A TAM e a Varig compartilham assentos nos aviões desde março do ano passado.A terceira do ranking é a Gol, que continua crescendo. Ela fechou janeiro com 23,06% de fatia no mercado doméstico e ocupação média de 79%, a mais alta produtividade do setor. Em janeiro de 2003, a Gol tinha 16,65% do mercado. A Vasp ficou com 11,46% de participação (tinha 13,14% em 2003) e índice de ocupação de 66%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.