Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Venda de veículos acumula queda de 17% no 1º trimestre

Número de licenciamentos caiu 2,5% no mês de março em relação ao mesmo mês do ano passado

Igor Gadelha , O Estado de S. Paulo

01 de abril de 2015 | 13h44


Com o maior número de dias úteis em março deste ano, as vendas de veículos novos aumentaram 26,21% ante fevereiro, mas recuaram 2,54% na comparação ao mesmo mês do ano passado. Os números foram divulgados nesta quarta-feira, 1º, pela Federação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores. Com o resultado, os licenciamentos acumulam queda de 17,02% no primeiro trimestre 2015 ante igual período de 2014.

Nos 22 dias úteis de março, foram vendidos 234.681 automóveis, comerciais leves, ônibus e caminhões em todo o País, mais do que os 185.947 licenciados nos 17 dias de fevereiro e do que os 240.793 emplacados durante os 18 dias úteis de março do ano passado. A diferença no número de dias de vendas se deu em razão de fevereiro ser normalmente mais curto que outros meses e do carnaval. Em 2014, os festejos caíram em março, enquanto, neste ano, foram realizados em fevereiro.

Se analisada a média diária de vendas, contudo, é possível eliminar o efeito do feriado e perceber que os números confirmam a tendência de retração do mercado automotivo nacional. Em março, foram emplacados, em média, 10,6 mil veículos, ritmo 20,2% menor do que as 13,3 mil unidades vendidas no mesmo mês do ano passado e 2,4% abaixo da média de fevereiro, de 10,9 mil automóveis, comerciais leves, ônibus e caminhões. 

Segmentos. O segmento de pesados foi, em março, mais uma vez o que apresentou pior desempenho nas vendas: queda de 28,07% ante igual mês do ano passado, embora alta de 21,85% na margem. Com o resultado, ele acumula recuo de 32,91% no primeiro trimestre. Em março, foram vendidos 2.196 ônibus, queda de 23,19% ante igual mês de 2014, mas alta de 11,59% em relação a fevereiro. Já os emplacamentos de caminhões somaram 6.503 unidades, baixa de 29,58% na variação anual, porém avanço de 25,76% na comparação mensal.  

As vendas de automóveis e comerciais leves, por sua vez, caíram 1,19% em março ante igual mês de 2014, mas avançaram 26,38% na margem. Com o resultado, acumulam queda de 16,23% nos três primeiros meses de 2015. No mês passado, foram emplacados 189.879 carros, recuo de 0,04% na variação anual, mas alta de 26,73% na comparação mensal. Já os licenciamentos de comerciais leves caíram 6,8% na variação anual e aumentaram 24,61% em relação a fevereiro, ao somarem 36.103 unidades. 

Motos e implementos. Somando motocicletas, implementos rodoviários e outros veículos, o total de emplacamentos em março chegou a 371.860 unidades, o que corresponde a avanços de 28,14% ante fevereiro e de 1,81% ante um ano atrás. Com o resultado, as vendas totais do setor de distribuição de veículos (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários, máquinas agrícolas e outros, como carretinhas para transporte) acumulam queda de 15,04% no primeiro trimestre.

Mais conteúdo sobre:
Veículos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.